INTRODUÇÃO: Nós vamos conhecer, com bastante profundidade, tudo o que se refere a este mundo místico, sobrenatural, invisível, porém real, que é o ministério dos anjos. Como nós não andamos pelo que vemos, mas andamos por fé e cremos nos mistérios revelados, vamos mostrar ao povo de Deus a verdade sobre a existência dos anjos.

Há três espécies de anjos:

I. Anjos caídos – Ap 12:4-9, Jd 6 (são demônios e seu desejo é apossar-se do corpo dos filhos da desobediência e de qualquer corpo que lhes der lugar)

II. Anjos revestidos de carne com corpo físico – Jó 38: 4-7 Rm 9:23,24

O que aconteceu com o nosso corpo angelical? – Jó 10:11,12, Hb 13:2, At 6:10,15, 1ª. Tm 5:21

Nós somos filhos de Deus e filhos da ressurreição – Lc 20 : 27 – 36

Deus traçou um plano para nós desde antes da fundação do mundo – Jr 1:5, Sl 139:16

Deus chama de anjos os pastores das igrejas. Ap 2: 1,8,12

III. Anjos que se manifestam como seres angelicais, realmente
espirituais, não tendo corpo físico (anjos de Deus) – Hb 1:14

A palavra anjo tem origem latina (angelus), grega (angelos) e hebraica (mal‘ak). Os hebreus concebiam as coisas de um modo concreto e palpável. Eles não tinham a idéia de espírito, como nós temos. Em qualquer uma das três línguas o significado é o mesmo: mensageiro, enviado, designado, intermediário, etc.
Os anjos obedecem à uma hierarquia estabelecida e determinada. Dentro dessa hierarquia, eles estão distribuídos em categorias funcionais definidas, onde
cada anjo, ou cada grupo de anjos, ou cada hoste de anjos, cumpre sua função específica. Ao mesmo tempo em que os anjos desempenham suas funções, eles estão louvando, bendizendo, aclamando, honrando e glorificando o Senhor. Não há, portanto, interrupção do louvor a Deus por causa das missões a serem cumpridas.

Os anjos são chamados seres viventes – Ez 1:5, Ap 4 : 6

Os anjos foram criados por Deus como um exército e foram todos criados de uma só vez – Sl 33 :6, Hb 12:22, Dn 7:10, Ap 5:11, Jd 14
Os anjos estiveram presentes no ato criador – Jó 38 : 7

Os anjos são criaturas que possuem conhecimento natural – 2º. Sm 14:20, 1ª. Pe 1:12

Os anjos são imortais – Lc 20:36

Os anjos não casam nem se dão em casamento – Mt 22:30

Os anjos são manifestação do poder de Deus – Is 37:36, Mt 28:2

Obs.: Em qualquer momento, os anjos podem entrar em contato com o homem, uma vez que eles possuem raciocínio. O raciocínio deles é como criatura e não como Deus. Não possuem onisciência, onipotência nem onipresença; também não possuem presciência, atribuições que existem somente em Deus.

A hierarquia angelical seria assim formada:

Arcanjos – Anjos que estão constantemente na presença de Deus. Eles estão à vista do Senhor, sempre.
Os arcanjos conhecidos: Gabriel e Miguel.
Gabriel é mensageiro de boas novas, anunciador da misericórdia de Deus e intérprete das revelações divinas. Dn 8:16 Dn 9:21 Lc 1:19-20 Lc 1:26
Miguel é um anjo de grande autoridade Dn 12:1 Dn 10:13 Jd 9 Ap 12:7-12

Serafins – Is 6:2-6

Querubins – Gn 3:24, Is 37:16, Sl 18:10

Anjos Santos – Ap 14:9,10

Anjos governantes – eles governam os principados e potestades – Cl 1:16, Ef 1: 21)

Anjos designados: – mensageiro do juízo (Gn 19:1,12,13, 2º.Rs 19:35, Sl 78:49
– encarregados de vigiar (Dn 4: 13, 23)
– anjos do abismo (Ap 9: 11)
– anjos que possuem poder sobre o fogo (Ap 14:18)
– anjos das águas (Ap 16:5)

Algumas funções dos anjos:

alegram-se com as obras de Deus (Lc 15:10 Jó 38: 7)
executam a vontade de Deus (2º. Sm 24:16)
são mensageiros de Deus aos homens (Gn 22:11 Gn 8:12, At 1:10)
protegem e livram os fiéis (1º. Rs 19: 5,7, Dn 6:22, Sl 4:7)
auxiliam na morte (Lc 16:22)
realizam ações físicas (Mt 28:2)
realizam ações psicológicas (Lc 22:43)
virão com Cristo na segunda vinda (Mt 25:31)

10. Os anjos formam exércitos angelicais, hostes, multidões, etc. -1º.Rs 22:19,
2º. Rs 6:17, Lc 2:13, Sl 68:17

11. Os anjos maus (caídos) jamais poderão ser restaurados. – Mt 8:28–32

12. Os anjos não são para serem adorados – Ap. 22:8 e 9

O apóstolo João, apesar de toda a sua vivência evangélica, do seu conhecimento pelo
contato que teve com o próprio Jesus, chamado até de discípulo do amor, mesmo
assim João tinha algumas dificuldades, quando ele escreveu o Apocalipse, a respeito de
como lidar com os anjos. Por ele ter dúvidas é que, quando o anjo chegou, a primeira
atitude deste homem de autoridade espiritual, deste homem que tinha dedicado toda a
sua vida à causa da palavra de Deus, foi uma atitude incorreta. Ao ver o anjo, ele
ficou extasiado, ajoelhou-se para adorá-lo. Por essa atitude, nós percebemos que João
não conhecia nada a respeito do ministério dos anjos. A atitude do anjo foi: ”Vê, não
faças isso”. Quer dizer que, biblicamente, João não conhecia sua posição espiritual. Ele
não sabia nem quem ele era, nem quem era o anjo que estava diante dele. O anjo
repreendeu a João dizendo: não me adores a mim, “adora a Deus”. O anjo expressou
sua posição de anjo perante o servo João, dizendo: Levanta-te, tu tens que adorar a
Deus. Aí está uma informação importante, que os anjos não são para serem adorados.
O único que é digno de adoração e louvor, é o Senhor Jesus Cristo. No ministério desta
Igreja são proclamadas virtudes e as insondáveis riquezas de Deus. Aqui, cada um
tem conhecimento pleno de quem é, e como foi conhecido.

13. Nós e os espíritos angelicais somos conservos – Hb 1:7,14

Eles, espíritos angelicais, são ministros e trabalham em nosso favor. Eles cumprem a vontade de Deus quanto à nossa segurança, à nossa proteção, às nossas finanças, etc.
É imperativo que tenhamos sempre presente, a partir de agora, a existência deste ministério de anjos, os quais cuidam da nossa salvação e do nosso socorro. São espíritos ministradores e conservos nossos.
Cada um de nós tem anjos para nos guardar. Não só anjos espirituais, mas também anjos revestidos de carne.

Palavra Final – Não negue a existência do ministério dos anjos. Creia, confesse em linha com a Palavra de Deus e usufrua dos benefícios dessa ministração sobrenatural.

© Igreja Cristo Vive | Desenvolvido por ControlWork
Feito com amor.
Topo
Siga-nos:                    
Skype: cristo.vive.sp